Imposto de Renda

DARF em atraso não, investidor!

Alice Porto 18.03.2021 2 minutos de leitura
DARF em atraso não, investidor!

Se tem uma coisa que me entristece é ver investidor de bolsa lucrando e, ao mesmo tempo,  rasgando dinheiro. A DARF em atraso vem com juros, multa e lágrimas… Muitas lágrimas. 

Mas não desespera! O importante é corrigir esse errinho o mais rápido possível e, portanto, evitar que os juros e multa acumulem. Se você quer saber o que fazer com sua DARF em atraso, fica comigo nesse artigo que escrevi com todo o carinho pra você!

O que é DARF em atraso? 

A DARF em atraso é a guia do documento de arrecadação de receitas federais (DARF), que não foi paga dentro do período estipulado pela Receita Federal: até o último dia útil do mês seguinte às suas movimentações.

Ou seja: se operou em novembro e teve lucro tributável, precisa pagar sua DARF até o último dia útil de dezembro. Clareou? 

Como calcular DARF em atraso? 

Para calcular sua DARF atrasada você vai precisar ter o resultado da sua movimentação do mês em dia. Fez os cálculos, compensou o prejuízo e aplicou a alíquota? Agora é só partir pro abraço e acrescentar o juros e multa.

O cálculo de DARF em atraso é feito da seguinte forma: você aplica sobre o valor da sua guia DARF uma alíquota de 0,33% ao dia, com limite de 20% + acréscimo de 1% tendo como base a taxa Selic. 

Tá achando difícil fazer a conta? Fica tranquilo porque o Sicalcweb, site da Receita Federal, calcula pra você! É só preencher os campos para emissão de DARF que ele já te entrega o valor do juros e da multa. Fácil, né? 


Como emitir DARF em atraso? 

Agora que você já sabe como calcular juros e multa de DARF, falta emitir a bendita e realizar o pagamento.

O processo para emissão de DARF em atraso é o mesmo da DARF em dia: é só entrar no site Sicalcweb ou, caso já tenha o juros e multa da DARF calculados, no seu internet banking, e preencher os campos: 

  1. Data de consolidação;
  2. Tipo do período de apuração;
  3. Período de apuração;
  4. Número de referência;
  5. Data de vencimento
  6. Valor do principal;

Fica atento na hora de preencher o campo da data de consolidação, porque é ela que vai definir a data limite para os cálculos do seu juros e multa. 

Pronto! DARF pronta, é só agarrar seu troféu. Pena que ele não é de ouro, já que está em atraso.

Agora que a DARF em atraso está emitida, pague e você tem seu troféu. Mas vê se toma jeito e deixa esses cálculos em dia, hein, investidor!

Alice Porto
Alice Porto Contadora da Bolsa
Alice Porto é graduada em Ciências Contábeis pela PUC Minas e tem 25 anos de experiência em gestão empresarial. Especializada em contabilidade para investidores da Bolsa de Valores, ela é fundadora do canal @contadoradabolsa e autora do livro "101 Perguntas e Respostas Sobre Tributação em Renda Variável".

Leia também